Vamos hacer un viaje en el mundo del Español.


sábado, 21 de novembro de 2015

Calle 13 - La vuelta al mundo



Como tudo começou?
O grupo musical porto-riquenho, antes de chegar a ser a banda "Calle 13", Eduardo tinha uma banda de ska e reggae chamada Bayanga, no final dos anos 90. "A gente queria ser como o The Cadillacs", diz Visitante. Bayanga gravou um álbum em 2002, mas ele não foi lançado até um ano depois da separação da banda. Um ano depois, Calle 13 surgiu com René no microfone e três músicos ex-membros da Bayanga.
Calle 13 começou basicamente como um grupo de reggaeton. Durante o boom do gênero, no meio dos anos 90, René queria fazer uma grana com música, apesar de Eduardo não curtir o monopólio que o reggaeton impôs na música de Porto Rico. Apesar de ter influências, o Calle 13 hoje é mais um experimento musical, com muita percussão, letras socialmente engajadas e feito pra dançar.

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Madri: a capital do flamenco



Quando pensamos na Espanha, uma das primeiras imagens que vêm à nossa cabeça é a de um grupo de artistas tocando e dançando flamenco. Se trata da arte espanhola mais universal, e que representa como nenhuma outra o espírito da cultura e do povo desse país. Ao contrário do que muita gente pensa, o flamenco não é uma arte cigana, apesar de que o povo cigano soube assimilar e transmitir a essência do flamenco (que também eram chamados "flamencos" no passado). Tanto que há ciganos na maioria de países da Europa, mas só há flamenco na Espanha.


O que sim é certo, é que o flamenco provavelmente tenha nascido na região da Andaluzia, no sul do país. A cidade de Sevilha é mundialmente reconhecida pela sua contribuição a esta arte, mas também podemos encontrá-la em outras províncias andaluzas, como Granada, Cádis ou Málaga. O flamenco se propagou a partir daí a quase toda a Espanha, recebendo contribuições de outras regiões, como a rumba catalã, que mantém a sua influência andaluza e ao mesmo tempo incorpora elementos da cultura da Catalunha.

A partir do século XIX, depois da guerra de independência com a França, a cena artística de Madri começou a ressurgir, e apareceram inúmeros "cafés cantantes", locais noturnos onde o flamenco era uma das atrações principais. Foi quando os maiores artistas de flamenco começaram a mudar-se para a capital da Espanha, vindos da Andaluzia e de outras regiões em busca de fama. Ao longo do século XX, com o crescimento de Madri e o nascimento da indústria discográfica, o flamenco pôde desenvolver-se em todo o seu esplendor. E hoje, ainda que soe estranho dadas as suas origens andaluzas, Madri é considerada a capital mundial do flamenco.

Por Madri passaram todos os grandes nomes do flamenco: Camarón de la Isla, Paco de Lucía, Lola Flores, José Mercé, entre muitos outros. O ambiente artístico para este gênero em Madri é o mais agitado da Espanha, e lá é possível assistir a algum tipo de espetáculo praticamente todos os dias do ano, nos seus inúmeros "tablaos". Muitos deles são também restaurantes, onde podemos desfrutar de um jantar típico espanhol junto com o show. Entre estes tablaos se destacam o Cardamomo,  Corral de la Morería, Casa Patas, Candela ou o Café de Chinitas. Além dos espetáculos promovidos em teatros, festas locais ou feiras.


Vídeo:

Por tudo isto, o flamenco é uma das principais atrações turísticas de Madri. Com quase 6 milhões de visitantes por ano (2014), a cidade oferece uma série de atrativos para esses turistas. Além de ser a capital da Espanha, está em uma posição central na geografia do país, o que permite que atue como ponto de partida ou chegada para quem viaja pelo país. Parte desses turistas são pessoas que viajam a Madri para aprender espanhol, já que a cidade tem a maior oferta de escolas de todo o país. Por isto, escolas como a Tandem Madrid buscam combinar a imensa oferta turística da cidade com o aprendizado do idioma, para fazer que a experiência do aluno seja a mais divertida e efetiva possível. Uma das misturas entre cultura e idioma que deu certo é o Curso de Espanhol com Paixão pelo Flamenco. Este curso permite aos estudantes aprender espanhol e ao mesmo tempo fazer aulas de dança flamenca, história do flamenco, assistir a espetáculos e visitar a tablaos. Uma ótima opção para quem quer estudar espanhol e ao mesmo tempo viver a cultura do flamenco intensamente.

Se você estiver planejando visitar Madri e quer ver espetáculos de flamenco por conta própria (fora do curso de espanhol), consulte antes a disponibilidade com os tablaos, porque em algumas datas esses locais podem estar lotados. Mas as opções são muitas, e o único dia em que provavelmente não haja um show de flamenco em Madri é no natal (25 de dezembro). Com certeza você terá uma experiência inesquecível, entre as muitas que Madri tem para oferecer.

 Para maiores informações acesse a página:


terça-feira, 28 de julho de 2015

Clases particulares de español




Español para:

  • Viajes
  • Pruebas
  • Trabajo


Aprenda de forma correcta la lengua española. 


Chega de portunhol!

sexta-feira, 3 de abril de 2015

terça-feira, 10 de março de 2015

Clip de la semana



Un homenaje a todos mis alumnos que conmigo en las clases adoraron esta canción.

Aprovechen!!!

sábado, 17 de janeiro de 2015

¿Quién es esta nena?

Mafalda es una nena curiosa, inquieta y terriblemente irónica, nacida de una típica familia porteña. En un cuerpo de niña despunta la rebeldía juvenil marcada por el progresismo. Pero Mafalda es una rebelde sensata, no es una destructora anárquica del mundo. Es contestataria, con una cabeza abierta y propensa a filosofar a partir de cualquier hecho cotidiano. Representa la aspiración idealista y utópica a hacer de éste un mundo mejor, aunque la envuelve el pesimismo y la preocupación en casi todo el tiempo debido a las circunstancias que lo aquejan inevitablemente. Le gustaría estudiar idiomas y trabajar de intérprete en las Naciones Unidas para contribuir a la paz mundial. Mafalda está convencida del progreso social de la Mujer y lo preconiza a ultranza, algo adelantado a su época.
PRIMERA APARICION: 29 de septiembre de 1964.
EDAD: 6 años en 1964 (al comienzo de la tira); 8 en el ultimo libro. Para más detalles, haga.

APELLIDO: Quino nunca lo mencionó, aunque en una de las tiras en que su maestra le corrige un dibujo, después del nombre de Mafalda asoma una letra M (o quizá sea una N).
ALBUM FAMILIAR: Padre, madre y un hermano menor, Guille. Con ellos forma una típica familia de clase media, que vive en un barrio de la ciudad de Buenos Aires (Argentina). Se supone que en la calle Chile 371, en San Telmo (click aquí para más información). Debe tener al menos una abuela, porque después de unas vacaciones les envió una postal. Algunas veces aparece su Tía Paca. Tiene una mascota, la Tortuga "Burocracia" (llamada así por la lentitud que tiene para todo).

http://www.todohistorietas.com.ar/biografiamafalda.htm

Los países hispanohablantes